Procedimentos médicos que não podem ser cobrados coparticipação de acordo com a ANS

Diante das novas regras de cobrança de coparticipação trazidas pela Resolução Normativa nº433, que começaram a valer em dezembro de 2018, alguns procedimentos, exames e tratamentos não podem ser cobrados coparticipação ou franquia de seu plano de saúde amil londrina . São elas:

•consultas: são liberadas 4 por ano, seja em casa ou consultório, realizadas por clínicos gerais, médico da família, geriatra, ginecologista ou pediatra;

•tratamentos crônicos como hemodiálise, radioterapia e quimioterapia, hemoterapia crônica e imunológicos para doenças DUTs (Diretrizes de Utilização);

•exames de pré-natal como exames de sorologia para sífilis, hepatites e HIV; ferro sérico, glicemia em jejum, citologia cérvico-uterina, cultura de urina, tipagem sanguínea, 3 exames de ultrassonografia, teste de COMBS direto, toxoplasmose e 10 consultas obstétricas;

•exames de triagem neonatal como teste do pezinho, teste da orelhinha, do olhinho e do coraçãozinho;

•exames preventivos como mamografia na faixa etária entre 40 e 69 anos, sendo 1 exame a cada 2 anos. Citologia oncológica cérvico-uterina em mulheres de 21 a 65 anos, sendo 1 exame por ano. Exame de sangue oculto nas fezes em adultos de 50 a 75 anos. Colonoscopia em adultos de 50 a 75 anos. Glicemia de jejum, em pacientes acima de 50 anos, sendo 1 exame por ano. Hemoglobina glicada, em pacientes diabéticos, sendo 2 exames por ano. Lipidograma em homens acima de 35 anos e em mulheres acima de 45 anos, sendo 1 exame por ano. Por fim, teste de HIV e sífilis, sendo 1 exame por ano.

sistema de saude amil londrina

Todos estes listados acima, estão isentos de cobrança de coparticipação, nos limites estabelecidos pela ANS.